Maxi Cardigan!

Oi gentee, tudo bem queridos?!

Pessoal, eu sempre busco conversar com vocês a respeito das tendências da época, mas sem deixar de falar sobre peças que considero Curingas no guarda-roupa e que podem nos render vários looks com muita versatilidade. Afinal, acredito que a maioria dos meus seguidores são como eu, e querem roupas para a vida real! Por isso hoje vamos conversar sobre o Maxi Cardigan!

Vocês me pediram a um tempo atrás para fazer posts dando dicas de como usar e explicando sobre as diferenças entre Pulôver, Suéter e Cardigan.  Quem não leu ainda, sugiro que leiam, até mesmo os que moram nas regiões mais quentes,  porque essas peças são muito utilizadas em climas amenos e frios, e bastante úteis em viagens.

Os Maxi Cardigans, são aqueles mais compridos indo muito além do quadril, e podendo chegar até o calcanhar. Essa peça pode substituir uma jaqueta, um blusão com o benefício de não ser uma roupa muito pesada, o que nos facilita nos movimentos do dia a dia.

Mesmo não sendo uma roupa formal,  é muito utilizada em vários ambientes de trabalho, e sim, deixa a pessoa com uma aparência descolada e ao mesmo tempo mais elegante do que se estivesse usando uma jaqueta por exemplo. Por ser comprida, também ajuda a alongar a silhueta.

Gente, uma das propostas do inverno 2017 são justamente as roupas mais compridas, longas. Sendo assim, mais do que nunca os Maxi Cardigans vão cumprir sua missão com louvor!  A cada temporada eles se renovam nas estampas. Agora, se ele for seu primeiro Maxi Cardigan e quer usá-lo muitas vezes, neste caso sugiro que você compre um liso, para possibilitar mais composições de looks e não ficar cansativo  Então, gostaram? Deixem seus comentários, vou adorar saber o que pensam!

Um grande beijo, Vilna.

Fotos: Pinterest.

4 ideias sobre “Maxi Cardigan!

    • Oi linda! Tudo bem querida?!
      E como as suas palavras me deixam feliz!
      Eu escrevo com essa intenção mesmo, de passar dicas e poder inspirar cada dia mais quem lê!
      Obrigada querida por seguir o blog! Um beijão,
      Vilna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *